5 exemplos de quadros kanban para TI

  • 0

5 exemplos de quadros kanban para TI

Tags :

Category : Bússola Digital

Olá,

Tudo bem? Uma das características principais do quadro kanban é a sua flexibilidade: ele pode ser adaptado a qualquer tipo de trabalho e processo de negócio.

Por isso, deve-se controlar a tentação de começar com um quadro perfeito, extremamente detalhado, e iniciar com um quadro bem simples, o mais simples possível, para que seja adaptado à medida que as necessidades surgirem.

Por outro lado, começar a partir de alguns exemplos pode ajudar a acelerar o início e também te dar boas inspirações sobre o que usar e o que deixar de lado.

Este post, baseado no artigo original “Managing IT projects: kanban board examples for IT operations“, reúne 5 exemplos de quadros kanban feitos para equipes de TI (Tecnologia da Informação), mas que podem ser adaptados para qualquer processo de negócio e tipo de trabalho.

5 exemplos de quadros Kanban para TI

Os exemplos de quadros kanban foram divididos em 5 categorias:

  • por tipo de demanda
  • por prioridades variáveis
  • por subtimes de conhecimentos específicos
  • para projetos e dia-a-dia
  • para processos específicos

Quadro kanban por tipo de demanda

Este quadro kanban é perfeito para equipes de operações e atende ao cenário em que existem demandas planejadas, rotinas de manutenção, incidentes em produção (não-planejados) e demandas ad hoc (aquelas que surgem “do nada”). As raias horizontais diferenciam os tipos de demanda.

Quadro kanban para TI: por tipo de demanda

Quadro kanban para TI: por tipo de demanda (clique para ampliar)

Quadro kanban por prioridades variáveis

Já este é o quadro kanban ideal para quando temos aquela situação em que “as prioridades mudam a todo instante”. Nas raias horizontais, ele mostra o que está em andamento, o que está em espera e o trabalho que foi despriorizado. Achei interessante porque o quadro deixa bem claro o quanto de esforço foi gasto em atividades que foram despriorizadas, o que pode levar a ótimas reflexões internas.

Quadro kanban para TI: por prioridades variáveis

Quadro kanban para TI: por prioridades variáveis (clique para ampliar)

Quadro kanban por subtimes de conhecimentos específicos

Nesta configuração, o quadro kanban mostra nas raias horizontais o trabalho de subtimes que tenham conhecimentos específicos. Uma coisa interessante na imagem é que a região marcada com linhas diagonais indica que o limite de capacidade daquela etapa foi atingido, impedindo que novas atividades sejam “puxadas” para ela. (Pode parecer contraintuitivo, mas limitar a capacidade de trabalho é uma das bases da agilidade do método Kanban. Falarei sobre este assunto num próximo texto.)

Quadro kanban para TI: por subtimes de conhecimentos específicos

Quadro kanban para TI: por subtimes de conhecimentos específicos (clique para ampliar)

Quadro kanban para projetos e dia-a-dia

Este acho que é o quadro kanban mais genérico de todos os exemplos. Trabalhar em um projeto específico e também em atividades do dia-a-dia é um cenário muito comum. Repare que na raia “Projetos em Andamento” (“Active Projects”), o quadro kanban reflete o processo de trabalho da equipe através de suas divisões verticais, da esquerda para a direita (Test Design, Code, Test, Deploy). Esta também é uma outra característica fascinante dos quadros kanban: facilitar o entendimento coletivo sobre o processo de trabalho. (Bem mais simples que os tradicionais fluxogramas, não?)

Quadro kanban para TI: para projetos e dia-a-dia

Quadro kanban para TI: para projetos e dia-a-dia (clique para ampliar)

Quadro kanban para processos específicos

Se o quadro kanban anterior era o mais genérico, acho que este é o que dá mais conexão com a sua realidade, porque é fácil de entender o mapeamento do processo de trabalho no quadro kanban e dá vontade de customizar logo o quadro para a sua realidade, para o seu processo de trabalho.

Quadro kanban para TI: para processos específicos

Quadro kanban para TI: para processos específicos (clique para ampliar)

 

Vale reforçar o conselho de sempre começar com o quadro mais simples possível, para sair logo da inércia, e adaptá-lo com o passar do tempo. É incrível como, se você usar o quadro kanban no dia-a-dia, as necessidades de adaptação se tornam evidentes rapidamente. E, ao fazer as adaptações, você e seu time sentem a melhoria no processo de trabalho e passam a internalizar cada vez mais o conceito de melhoria incremental e contínua, que é também uma das bases teóricas dos modelos ágeis de gestão.

Fontes de referência:

Este post foi baseado no artigo “Managing IT projects: kanban board examples for IT operations“, que também é a fonte original de todas as imagens.

 

Espero que tenha gostado! O que você achou? Deixe seus comentários abaixo.

Um abraço,

Fabrício Fujikawa
ViaDigital.Solutions
Métodos de startups aplicados a soluções empresariais


About Author

Fabrício Yutaka Fujikawa

Aplico de forma pragmática metodologias para gerar valor com eficiência. Uso processos de trabalho simplificados, com melhoria contínua e incremental. Sigo metodologias, mas sou receptivo a inovações. Aprecio e pratico a culinária japonesa. Tenho um site em que compartilho minhas experiências: http://cozinhajaponesa.com.br/.

Leave a Reply

Receba nosso Boletim

Grátis, diretamente em seu email, artigos sobre métodos de startups aplicados a soluções empresariais.