Negócios Colaborativos e uma Sociedade mais Próspera

  • 0

Negócios Colaborativos e uma Sociedade mais Próspera

Category : Bússola Digital

Mais um artigo interessante que reproduzimos aqui no Bússola Digital. Ele trata da “Computação Positiva” e foi capa do Anuário de 2016 da SUCESU-RS, que acaba de ser publicado e foi escrito pela jornalista Grazieli Gotardo da Reverso Comunicação.

Na verdade, destacamos a parte do texto sobre “Negócios Colaborativos e uma Sociedade mais Próspera”, onde são apresentados dois rápidos cases: o ZEHNK (ferramenta para gestão do trabalho colaborativo), que já foi referenciado no post anterior, e o Mundo Prateado, uma linda iniciativa de duas corajosas empreendedoras.

No próximo post, porém, reproduziremos o artigo completo que trata da “Computação Positiva: Bem-estar à frente na relação homem-máquina”, para conhecermos mais sobre este conceito.

 

Negócios colaborativos e uma sociedade mais próspera

Inserir o bem-estar na estratégia da empresa, no escopo dos projetos, no treinamento dos colaboradores e como benefício para o cliente. Este é o desafio dos empreendedores, em especial na área de tecnologia. Porém, uma rápida pesquisa no Google com o termo computação positiva em português mostra que o conceito não encontra referências no Brasil, nem acadêmicas, nem no mercado corporativo.

Alguns empreendedores, no entanto, já estão atentos. É o caso de André Monclaro Fleury, fundador da Zehnk Technology do Brasil. “Na verdade, o aplico muito antes de conhecer. A falta de soluções corporativas que colocassem o usuário em primeiro plano foi o principal motivo de criarmos a Zehnk. Eu e meus sócios temos mais de 25 anos de mercado e tínhamos isso em mente, que não existem soluções que melhorem a vida de quem trabalha, que, através do uso delas, as pessoas consigam ser mais livres, mais felizes”, conta.

O Zehnk é um sistema que fomenta o trabalho colaborativo, um aplicativo web e em que todos precisam trabalhar juntos para resolver um problema. Por isso, Fleury acredita totalmente na aplicação da computação positiva nos negócios. “Nosso time não tem meta de produtividade. Toda semana cada um olha o que temos de trabalho planejado e decide quanto daquilo está disposto a fazer. E isso é sensacional”, exalta.

Outro exemplo de negócio que já nasceu pensando no bem-estar é a startup social Mundo Prateado, plataforma que reúne informações, serviços e produtos com foco na população acima dos 60 anos. “Como o Mundo Prateado visa promover o bem-estar ou o bem viver dos idosos e seus familiares, a aplicação dos conceitos da psicologia e da computação positiva é inerente ao negócio. O movimento por trás do Mundo Prateado é a recriação da cultura de respeito ao idoso e da rede social que o deve apoiar, assegurando relacionamentos, engajamentos, propósitos, enfim, uma vida social positiva”, explica Marta Pessoa, sócia, que esteve em São Francisco (EUA), em outubro, para apresentar o projeto, o qual foi selecionado por uma busca global de startups sociais.

 


Leave a Reply

Receba nosso Boletim

Grátis, diretamente em seu email, artigos sobre métodos de startups aplicados a soluções empresariais.