Jornal Cruzeiro do Sul reforça sua atuação no digital

O Jornal Cruzeiro do Sul, líder na região metropolitana de Sorocaba que compreende 26 municípios, resolve dar ênfase à sua iniciativa de atuação no digital visando ampliar e diversificar suas receitas e manter a qualidade do atendimento ao seu leitor que agora faz uso de diferentes plataformas para se informar.

O jornal possui uma ótima estrutura nos aspectos técnicos e de redação e uma tradição de buscar a vanguarda. Tinha agora o desafio de entender como se daria a atuação no ambiente digital para aumentar as chances de sucesso de suas iniciativas e lançá-las o mais rápido possível.

O primeiro desafio foi encontrar profissionais que pudessem compartilhar e colaborar nessa jornada. A ViaDigital e parceiros* foram então selecionados após apresentarem uma abordagem de aprender a fazer e não ensinar a fazer.

Uma vez definida a abordagem e os parceiros, o desafio foi entender o quanto o cenário digital demandava alterações em relação aos seus processos e, além disso, capacitar suas lideranças em novos paradigmas de produção para que uma mudança pudesse ocorrer na organização e nos seus produtos.

Solução

O trabalho foi divido em duas etapas. A primeira foi uma imersão nos processos de produção existentes para que o olhar dos especialistas pudesse identificar oportunidades em relação à capacidade de produção digital. A segunda etapa foi um workshop que apresenta aos profissionais de diversas áreas da organização conceitos relacionados a produtos digitais. O workshop promoveu também a vivência em conceitos de identificação de mercado e de validação de um produto ou serviço digital que ajudasse a aumentar as chances de sucesso.

Na primeira etapa a equipe de projeto mapeou o que chamamos de “Maturidade Digital” da organização. A partir da imersão nos processos, avaliamos de forma estruturada o quanto a organização está madura (no digital) nos aspectos de estratégia, conteúdo, produtos digitais, TI, modelos de negócio e experiência do cliente, para que, de uma forma didática, a organização possa entender seus desafios em cada aspecto e também identificar as prioridades a desenvolver de acordo com seus objetivos. Nessa etapa, ao mesmo tempo em que se avalia a maturidade digital começa a surgir uma lista de oportunidades que fará parte do plano de ação final.

 

 

Na segunda etapa, usando o conhecimento adquirido na vivência dos processos então existentes, montamos um workshop que colocaria os profissionais conhecendo conceitos e vivenciando a criação de um produto digital. Inspiramo-nos aqui no formato do Lean Startup Machine, um workshop que leva os participantes a obter feedbacks reais de potenciais clientes, encurtando o ciclo de desenvolvimento de um produto através do aprendizado validado (você pode saber mais em https://www.leanstartupmachine.com).

IMG_20140902_141358728_HDR

Os participantes expressaram suas ideias do que seria importante para a organização para aumentar sua presença no cenário digital. Foram espontaneamente elencadas pelo próprio grupo mais de 50 ideias. Dessas, foram selecionadas por voto dos participantes algumas iniciativas para serem trabalhadas em grupos. Cada grupo através de um processo iterativo e prático de construir, medir e aprender, testou as hipóteses de produto ou serviço buscando uma validação.

A parte prática foi intercalada com mini-palestras, com conceitos de usabilidade, mercado, imagem e conteúdo, modelos comerciais, redes sociais e estratégia.

Uma etapa final gerou uma lista de ações organizadas pelas dimensões da Maturidade Digital e pela perspectiva de complexidade e retorno. Essa lista de ações funciona como um mapa para que a organização possa executar sua Jornada Digital. Nessa jornada, o total apoio e participação da direção da organização promovendo um engajamento dos times na atuação nos projetos digitais é fator essencial e foi primordial também para esse projeto.

“O principal foi entender como funciona um jornal na área digital e encontrarmos profissionais que viessem nos ensinar a trabalhar nessa nova área, uma área que nem sabíamos quanto era diferente do jornal impresso.”
José Augusto Marinho Mauad
Presidente da Diretoria Executiva da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA)

Veja outros depoimentos de quem trabalhou no projeto:

“Uma forma diferente de pensar e fazer os experimentos antes de colocar no mercado. Investimentos menores e não pensar com a nossa cabeça, e sim, como o mercado aceita ou rejeita a proposta. É uma lógica diferente do que sempre pensei …nesse sentido, o projeto é muito positivo.”

“Creio que o projeto permitiu a conscientização de novas possibilidades de trabalho, especialmente em equipe”

“Muito bacana, oportunidade de ter acesso a uma visão bem atualizada das novidades em relação à produção de material para internet. Criou a percepção de que é possível fazer, mesmo que sem investimentos e/ou grande mudanças.”

“Deu aos profissionais do jornal uma nova perspectiva sobre nossos trabalhos e uma boa dose de ânimo para pôr em prática mudanças fundamentais.”

*Parceiros que atuaram em conjunto no projeto:


Receba nosso Boletim

Grátis, diretamente em seu email, artigos sobre métodos de startups aplicados a soluções empresariais.